Pedofilia é monstruosidade satânica

 

OBS: ninguém se engane, o que não vem de Deus vem do diabo.Está nas Escrituras. 

 

Que nojo ter te escrever e ler essa palavra nominando essa repugnante ação monstruosa contra inocentes indefesos. Gentalha mais covarda e abominável para praticar tal vileza indescritível, para dizer o mínimo.

Como alguém pode por um milesimo de segundo pensar em violar inocentes esse terror repugnante??? Mas que barbaridade indescritível!!

A humanidade está mesmo governada por um lixo satânico. Está todo mundo aceitando evidentes crimes da mais baixa e abominável covardia própria de megacriminosos psicopatas???

Se até o homicidio doloso esta sendo legalizado com o aborto o que mais virá?

Falar em direitos humanos em relação aos não nascidos e às crianças e adolescentes já não tem mais sentido????

Bando de canalhas satanistas fazem todas essas coisas mosntruosos, são demônios por certo disfarçados, bandidos psicopatas completamente!!

Que Deus os corrija!!

 

 

Atenção: este é um website pessoal e não oficial de testemunho e portanto todos os comentários e reflexões que não forem atribuídos a outras fontes, são somente opiniões pessoais e não podem traduzir a postura da pessoa, grupo, instituição, etc, aqui mencionados e promovidos. Com Imprimatur e Nihil Obstat dedes 2005, a obra mística divina “A Verdadeira Vida em Deus” tem todas as mensagens, livros, documentos, testemunhos, orações, palestras, peregrinações, retiros, casas de caridade e toda informação idônea e completa no

 

Site Oficial geral em inglês da obra mística divina evangelizadora "A Verdadeira Vida em Deus" em 26 idiomas www.tlig.org

 

 www.tlig.org 

 

 

em idioma português o Site Oficial é www.tlig.org/pg.html

 

 

 

 Satanismo deriva a pedofilia, que é em si ato intrinsecamente mal e abominável perante Deus

 

 Pedofilia é crudelíssimo crime, pecado e monstruosidade satânica contra os inocentes indefesos, como o são todos os crimes e pecados satânicos de aborto, sodomia, eutanasia, ideologia de gênero, aberrações sexuais e aberrações de todo tipo, que excluem do Reino de Deus, Tres Vezes Santo, para sempre a menos que os pecadores se arrependam antes que seja tarde demais para arrepender-se e pedir perdão.

Deus condena todas essas práticas e que são de fato de uma crueldade impensável.

Mas quem pratica tais monstruosidades já está tão entregue a Satanás que se duvida que venha arrepender-se.

Lutero mentiu monstruosamente quando pregou sua louca falsa doutrina da justificação se alguém segue tal armadilha de Satanás.

A humanidade é tão curta de inteligência e capaz de tais atrocidades que até os demônios ficam chocados e com repugnância, porque embora seja demônioa continual sendo anjos e com inteligência de anjos sempre superior a dos seres humanos.

Deus criou os seres humanos abaixo dos anjos para poder exercer misericórdia.

A ponto de vir em pessoa ao mundo salvar as almas cujo cérebro humano é tão fraco e soberbo a ponto de não ver que se o próprio Deus vem ao mundo é porque o assunto é mesmo grave e definitivo!!

Pedofilia é uma monstruosidade aos olhos de Deus das mais graves aberrações.

Não adianta negar perante Deus Altíssimo.

Como alguém tem coragem de maltratar uma criança?? Um bebezinho?? Um Jovem??

Ou maltratar quem quer que seja??

 

Naquela mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus?
E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles,
E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.
Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.
E qualquer que receber em meu nome um menino, tal como este, a mim me recebe.
Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar.
Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!

Mateus 18:1-7

 

 

 

A pedofilia aos olhos de Deus é uma abominação repugnante, uma monstruosidade satânica.

Quem pode pensar em tocar com impureza e violência uma criança humana indefesa e pura? Somente Satanás e seus demonios.

É uma pratica que faz parte do satanismo.

Quem quer que cometa essa horrenda crueldade repugnante esta sob poder do espírito satânico o qual encontrou lugar naquele que se entrega a tão abominável devassidão.

Desde a queda no pecado por parte do primeiro Adão e da primeira Eva tentados pela serpente no Eden, este mundo ficou entregue a Satanás e seus demônios que formam o corpo místico satânico.

Todo aquele que pratica o que é mal perante Deus adere a Satanás e se condena por toda eternidade.

 

 

 Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.

 

E legaliza-se a pedofilia neste mundo que é de fato reino de Satanás e seus demônios.

 

Arrependei-vos!!

 

 

 

http://estudosnacionais.com/geral/adocao-por-gays-e-as-redes-de-pedofilia-trafico-de-criancas-para-rituais-de-sacrificio/

Adoção por gays e as redes de pedofilia: tráfico de crianças para rituais de sacrifício

Adoção por gays e as redes de pedofilia: tráfico de crianças para rituais de sacrifício

18/04/2013 8  Por CRISTIAN DEROSA

Aleister Crowley, o mais conhecido mestre satanista do mundo pop, autoproclamado “Besta 666”, recomendava aos seus seguidores que relatassem suas experiências com pedofilia em seus “diários mágicos”. Isso foi seguido fielmente por um dos seus súditos mais devotos e famosos, o zoólogo Alfred Kinsey, conhecido patrono do movimento gay norte-americano. Os “relatórios Kinsey” foram o alicerce das campanhas pela normalização da homossexualidade nos EUA.

http://www.youtube.com/watch?v=htAUysRPvNs

A relação entre movimentos gays e a militância pela pedofilia é algo tão evidente que seria tedioso listar aqui as comprovações dela. Para quem ainda duvida, citemos aqui apenas um trecho do artigo do pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz, que atesta não somente a relação entre os conceitos da prática, mas no histórico das duas militâncias:

“Fundada em 1978, por muito tempo a NAMBLA (North American Man/Boy Love Association – Associação norte-americana de amor homem/menino) pertenceu à ILGA – Associação Internacional de Gays e Lésbicas – também esta fundada no mesmo ano. Em 1993 a ILGA alcançou o “status” de membro consultivo da ONU. A presença de um grupo explicitamente pró-pedofilia dentro da ILGA suscitou críticas quanto à presença desta última nas Nações Unidas. Por esse motivo, em 1994, a ILGA resolveu expulsar a NAMBLA de seus quadros (http://ilga.org/ilga/en/article/861). A expulsão foi meramente estratégica, pois a ILGA sempre se opôs às “restrições de idade” para crianças e adolescentes praticarem atos sexuais com adultos.

Portanto, não se trata somente de uma consequência lógica da transformação do conceito de direitos humanos, estendendo-os à regulamentação das fantasias sexuais, mas é algo que se torna cada vez mais evidente como a participação ativa do lobby da pedofilia nas questões de sexualidade. Afinal não pode ser a toa que o alvo da campanha gay tem sido as crianças, como mostram as frequentes propostas de cartilha gay, kit gay e a “campanha contra o preconceito nas escolas”.

A partir da normalização da homossexualidade (que já propõe até mesmo que a heterossexualidade é que seja anormal!), o apoio à pedofilia se torna uma evolução natural. A campanha pedófila já ficou evidente muito antes das defesas pelos “direitos sexuais das crianças” pelas Nações Unidas, já que a NAMBLA, como vimos, é há 20 anos membro consultivo da ONU.

http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/12955-onu-direitos-sexuais-para-criancas-de-10-anos.html

Pois bem, evidenciada a relação histórica entre pedofilia e agenda gay, vejamos a relação com os rituais de sacrifício. Alain Soral afirma que as redes de pedofilia estão espalhadas por todo o mundo. São estas redes as responsáveis pela grande maioria dos casos de crianças desaparecidas em diversos países. “As crianças são roubadas para serem vendidas e armazenadas para cerimônias de sacrifício”, diz Soral. Quem tiver dúvidas, assista um de seus vídeos.

http://www.youtube.com/watch?v=QphFnMLpYL8

Tanto na magia sexual como nos rituais de sacrifício de Aleister Crowley, há inúmeras referências e pretextos para a utilização de crianças. Therion (“besta”, em grego, um dos pseudônimos de Crowley) deu origem à quase totalidade das seitas esotéricas e místicas da atualidade, tendo seu pensamento e obra presente na maioria dos manuais ocultistas, junto de Austin Osman Spare, Samael Aun Weor, entre outros.

Quem quer que busque as relações entre satanismo, pedofilia e a atual campanha gay vai encontrar muita coisa. Só para dar um exemplo, fiquem com o trecho do livro Magick, de Crowley, explicando sobre a importância e relevância da vítima infantil para os rituais de sacrifícios.

“…it was the theory of the ancient magicians that any living being is a storehouse of energy varying in quantity according to the size and health of the animal , and in quality according to its mental and moral character. At the death of the animal this energy is liberated suddenly. The animal should therefore be killed within the Circle, or Triangle, as the case may be, so that its energy cannot escape…For the highest spiritual working one must accordingly choose that victim which contains the greatest and purest force. A male child of perfect innocence and high intelligence is the most satisfactory and suitable victim.” (Magick, by Master Therion, published in 1929 by the Lecram Press, Paris, France)

Em tradução livre: “…é da teoria dos magos antigos de que a quantidade de energia armazenada varia de acordo com o tamanho e a saúde do animal e, em termos de qualidade, de acordo com seu caráter mental e moral. Na morte do animal toda essa energia é liberada instantaneamente. O animal deve, portanto, ser morto dentro do círculo, triângulo ou conforme o caso, de modo que a sua energia não escape. Para os maiores trabalhos espirituais, portanto, deve-se escolher aquela vítima que contenha maior força pura. Uma criança do sexo masculino de perfeita inocência e elevada inteligência é a vítima mais adequada e satisfatória”.

 http://www.horuscentre.org/library/Thelema/Magick_In_Theory_And_Practice.pdf

http://hermetic.com/crowley/book-4/chap12.html

 

 

 

 

18 milhões de dólares para legalizar o aborto no Supremo

18 milhões de dólares para legalizar o aborto no Supremo

31/07/2018 34  Por ESTUDOS NACIONAIS

Levantamento feito nos websites de fundações internacionais e entidades que estão presentes na audiência pública do STF, mostrou que 16 entidades pró-legalização receberam, juntas, mais de 18 milhões de dólares apenas para projetos no Brasil e América Latina.

Leia o levantamento completo

A Audiência Pública, que ocorre no Supremo Tribunal Federal (STF) nos dias 3 e 6 de agosto, para debater a legalização do aborto, diante do pedido feito pelo PSOL, por meio da ADPF442 (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental), conta com apenas 17 entidades contrárias à legalização e um total de 30 pró-legalização, além de cinco grupos de posicionamento indefinido.

O levantamento, feito por Marlon Derosa foi protocolado junto ao STF na condição de anexo do memorial do Instituto de Defesa da Vida e da Família – IDVF. No memorial do Instituto, o advogado Dr. João Carlos Biagini solicita ao Supremo que, diante dos dados levantados, proceda a exclusão das entidades internacionais citadas, visto que atentam contra a Constituição Federal, em especial o artigo 1º e 4º, que determinam a soberania, a independência nacional e a autodeterminação dos povos.

Os fatos somam-se à polêmica trazida por volta do dia 13 de julho, quando se verificou que foi protocolado pela ONG Conectas uma nota técnica da entidade Women on Web(mulheres na rede), onde se admite o fornecimento de medicamentos abortivos para brasileiras, de forma ilegal, incluindo a venda para menores de 18 anos. A entidade Women on Web tem como fundadora uma das expositoras do STF, a médica holandesa Rebecca Gumperts.

 

 

¿Más cerca de legalizar la pedofilia? Francia aprueba una ley que no fija una edad mínima para consentir sexo con adultos

Emmanuel Macron (En
 marche)

Emmanuel Macron (En marche)

La Asamblea Nacional de Francia ha aprobado una ley sobre los abusos sexuales y los delitos de violación, que según algunos críticos está a favor de la pedofilia, ya que no fija una edad legal mínima de consentimiento.

De acuerdo con Le Figaro, la nueva ley federal en Francia no tiene una edad legal de consentimiento, lo que significa que los adultos que tienen relaciones sexuales con niños no serán procesados ​​por violación si la víctima no puede probar la “violencia, amenaza, coacción o sorpresa”.

El proyecto de ley contra la violencia sexual y de género, conocido como la ley Schiappa, fue promulgado el 3 de agosto por el Parlamento francés, provocando indignación en el país galo cuando los padres y grupos que defienden de derechos de los niños acusaron al Gobierno de traicionar a los niños franceses.

Estos grupos criticaron al presidente Emmanuel Macron por no proporcionar una edad legal de consentimiento para proteger a los menores, refiriéndose a la reciente decisión de los tribunales franceses de negarse a enjuiciar a dos pedófilos (uno de 30 años y otro de 28) por la violación cometida contra dos niñas de 11 años, ya que sus abogados no podían probar que las menores no dieron su consentimiento.

El pasado jueves, varios grupos, incluyendo el Consejo Francés de Asociaciones por los Derechos del Niño, emitieron una declaración conjunta para expresar su “indignación” por el abandono de la edad de consentimiento tras la aprobación de la nueva ley.

“Esta debería ser la medida principal del proyecto de ley: la introducción de una edad por debajo de la cual los niños serían considerados automáticamente incapaces de consentir en tener relaciones sexuales con adultos”, se lee en la declaración conjunta.

En su versión final, la ley Schiappa establece que para los niños menores de 15 años, “la restricción moral o la sorpresa se caracteriza por el abuso de la vulnerabilidad de la víctima que no tiene el discernimiento necesario para estos actos”. Sin embargo, el ex ministro de derechos de la mujer, Laurence Rossignol, dice que estas nociones de “vulnerabilidad” y “discernimiento” dejan demasiado espacio para que los pedófilos escapen del castigo bajo la ley.

Fuente: Elintelecto