27. dez, 2018

Texto

Tenho procurado incrementar esse testemunho mas acontecem muitas coisas ultimamente também a nivel de saúde e fico sem conseguir escrever.

Aos 61 anos quase 62 e muito esforço e sofrimento vejo como a humanidade e eu fomos e somos enganados com falsas doutrinas e falsas informações em todos âmbitos.

Mas podemos aos poucos começar a ver a realidade adequadamente.

Deus nos concede essa possibilidade através da Sua graça.

Se pedimos essa graça do Espírito Santo e queremos realmente e ver e ouvir a verdade. Devemos empenhar-nos em acolher esse dom de ver e compreender.

É fato que aconteceu e continua em processo comigo.

Por exemplo vejamos a questão do feminismo: é uma falsa doutrina para destruir a mulher em todos os aspectos e assim por tabela destruir as crianças o homem e a familia, como um domino uma coisa vai destruindo a outra por consequência e implicações estruturais.

Eu li sobre como iniciou-se o feminismo como estratégia destrutiva com a doutrina marxista maquiavélica-farisaica-satância e não é comunismo do bem mas do mal, um processo disfarçado com palavras de retirar a mulher de seu papel de mãe e educadora natural, aquela que mantém e transmite valores, que é preparada para cuidar e zelar pela saúde fisica mental e espiritual do ser humano principalmente desde a concepção, cuidando dos bebês com toda a excelência, fortalecendo o bem contara o mal.

Quando era jovem li um um livro de Etologia, ciencia e  psicologia do comportamento animal e ali soube que por exemplo um bebê macaco que é separado da mãe não se desenvolve bem, pode morrer logo ou crescer com distúrbios irreversíveis de comportamento!! Ai pensei se com macacos é assim, imagina com seres humanos que são altamente complexos e sensíveis??

Mas o comunismo ou o "modernismo" se empenhou e se empenha em separar os bebês e crianças da mãe ou pelo menos perturbar e perverter essa relação básica insubstituível e fundamental com falsas teorias feministas e falsas descobertas científicas a nivel de pediatria e psicologia, misturando verdade com mentira e danificando toda infancia humana para sempre.

Como é que as mulheres não enxergam que estão sendo incentivadas ao engano e à destruição de si mesmas, das crianças e dos homens que já não encontram nelas meios de se sentirem homens provedores e protetores como deveria ser, o sistema estabeleceu guerra entre o homem e a mulher e seus papéi naturais e nessa guerra são destruídas as crianças desde a concepção e os jovens.

Como as mulheres e homens não enxergam isso e aderem a toda essa destruição alegremente e aliviados de poderem se sentir justificados para praticarem toda sorte de liberdades e libertinagens e verdadeiros crimes???

Mas que burrice e imbecilidade é essa???

Mas como não enxergam a barbaridade dessa manipulação maquiavélica atravé da oferta e promessa de prazeres materiais e mundanos esquecendo tudo o mais?

Transformados em simples sacos de carne, seres psiquicos cheios de vicios e perversões, bestializados em todos os sentidos, estão achando isso normal???

Mas que insulto a um mínimo de inteligência!!!

Pobres crianças e jovens...

Sou obrigada a dizer assim todas essas coisas para ajudar a sacudir, acorda gente!!!

O maior conselho: pensemos de modo epistemológico. Cristo no Evangelho prega de modo epistemológico.

Por isso diz que ha quem escute e não entend: porque seu entendimento não é aberto para que escutando raciocine epistemológicamente e entenda a estrutura profunda do que esta sendo dito e mostrado.

As pessoas, por exemplo as mulheres, que ficam só na superfície das coisas destroem a si mesmas alegremente sem entender a estrutura profunda dessa falsa e proposital destruição que é a ideologia-controle mental que é o feminismo marxista gramsciano e...satânico...

Quando alguém se diz "feminista" já me passa atestado de ignorância-futilidade-imbecilidade-vaidade e pssessão demoníaca sem dúvida ainda que não acreditem em nada da revelação demoníaca ...mulherada viciosa, preguiçosa e burra...tenho de ser forte na expressão, no bom sentido, falo como mãe, avó, amiga, mulher, ser humano, alguém que ama a humanidade e está agora vendo o processo de destruição maquiavélico a que está submetida, com meios enganosos e gradativos, com aparência e palavreado de bem mas é um mal inominável.